TIPOS DE DIFUSORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS E POR QUE ACHO QUE VOCÊ DEVE TER UM

TIPOS DE DIFUSORES DE ÓLEOS ESSENCIAIS E POR QUE ACHO QUE VOCÊ DEVE TER UM

Os óleos essenciais têm me feito um bem tão grande que vou falar sobre eles de novo por aqui. Como eu já havia comentado, já era adepta dos óleos gotejando no banho e no travesseiro há algum tempo. Mas foi apenas no mês passado, quando resolvi comprar em Los Angeles um difusor a vapor, que meu amor pelos óleos essenciais se concretizou por completo. Está sendo notável a diferença que o difusor está fazendo no meu sono e no meu estado de relaxamento. Me achei no dever de compartilhar a dica, contar um pouco mais sobre os difusores e o que eles podem fazer por você também.

difusor a vela

Difusor a vela

Esses parecem pequenos rechauds de cerâmica com um recipiente para colocar água e umas gotinhas do óleo essencial. O calor da vela aquece a mistura, fazendo com que o aroma perfume o ar. Eu já tive vários desses difusores na adolescência e particularmente não curto muito porque quase sempre a água evapora toda, a cerâmica queima e fica um cheiro horrível. Isso sem falar no cuidado que é preciso ter por se tratar de vela e de fogo, ou seja, nada de adormecer com ele aceso. A vantagem, no entanto, é o baixo custo.

Leia também: Óleo de baobá funciona

Difusor de tomada

Confesso que nunca testei esse mas ele tem uma vantagem importante em relação ao difusor a vela: é de porcelana e gera uma fonte de calor constante e controlada, o que evita o superaquecimento. Funciona da seguinte forma: você coloca um pouco de agua e cerca de cinco gotas na parte côncava, liga o difusor na tomada e pronto. Tem um preço acessível também, pois custa cerca de R$ 40.

Captura de Tela 2018-04-12 às 20.52.47

Difusor a vapor

São elétricos e existem versões para serem ligadas na tomada, no carro ou no computador por meio de um cabo USB. Funcionam da mesma forma que os umidificadores de ambientes. Você coloca água e adiciona algumas gotas do óleo. Alguns modelos bem modernos desligam automaticamente após o uso e outros mudam de cor para fazer também cromoterapia. Apesar de funcionar da mesma forma que os umidificadores comuns, os difusores são feitos de um material que não corroem com o uso do óleo, coisa que acontece se você usar óleos essenciais em umidificadores comuns. O preço não é lá muito amigável, ficando na casa dos R$ 200.*

Captura de Tela 2018-04-12 às 21.14.56

Difusor a frio

Esses são bolinhas de cerâmica ou de madeira em que você goteja o óleo e as deixa no ambiente. São bonitinhos e na minha opinião mais decorativos do que terapêuticos. Particularmente também acho um desperdício de óleo essencial – que não custam barato, vale salientar – já que o poder de difusão é mínimo. Se você quer muito usar esse tipo de difusor, eu borrifaria nas bolinhas uma essência para ambientes bem cheirosa e deixaria os óleos essenciais para inalar de outra forma!

Captura de Tela 2018-04-12 às 20.57.02

Difusor pessoal

São colares com espaço para pingar gotinhas de óleos essenciais e ir sentindo o aroma ao longo do dia. Geralmente são de cerâmica, madeira ou de metal com um algodão dentro e há modelos com um trabalho manual bem original.

Pronto! Tem um monte de opções para você escolher a sua! Só não esquece de usar óleo essencial de verdade e não a essência, se o objetivo for a aromaterapia. Ah! Aprendi esses dias também que todo difusor deve sempre ficar abaixo da altura do seu nariz, já que as partículas do óleo sobem ao virar vapor. Assim, se o difusor estiver muito alto, você não aproveitará nenhuma propriedade dos óleos essenciais.

Estou pesquisando bastante e testando óleos novos! Em breve volto para contar mais do que venho aprendendo. Vocês acham que é válido fazer post explicando melhor o bêabá dos óleos e dando dicas de marcas, etc?

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *